Em sua terceira edição, o Concurso NETLABTV – Novas Ideias de Séries Brasileira amplia o seu foco de atuação, beneficiando, além de criadores, roteiristas, dramaturgos e escritores que queiram propor projetos de séries para TV, também estudantes de universidades, ensino médio e cursos livres e técnicos que podem inscrever seus projetos de séries para as redes sociais.

Criado em 2013 com o objetivo de identificar novos talentos do roteiro e aprimorar novas ideias e formatos de séries brasileiras, o concurso atua em consonância com crescimento do mercado audiovisual no País gerando mais oportunidades de negócio para o setor.

Além da novidade da Categoria Social Video, aberta a novas ideias de séries para as redes sociais e exclusiva para estudantes, o Concurso mantém as já estabelecidas categorias de séries de Ficção e Não Ficção.

Para Daniely Gomiero, vice-presidente de Projetos do Instituto NET Claro Embratel, patrocinador do NETLABTV, a partir desta edição, o projeto reforça o empreendedorismo criativo e amplia o foco para os estudantes. “Assim como fazemos com outras iniciativas, como o Campus Mobile e o Dupla Escola, o NETLABTV passa a dialogar também com jovens talentos criativos focando em ambientes educativos formais e informais. Por isso, nesta edição, incluímos uma nova categoria, a Social Video, exclusiva para estudantes”, comenta ela.

Realizar um projeto de relevância para o setor audiovisual brasileiro é um caminho plenamente alinhado com a missão do Instituto NET Claro Embratel. “O Instituto está estruturado em três pilares: Educação, Cultura e Cidadania. Em Educação, uma das vertentes é a inovação, que incentivamos por meio de projetos voltados para o empreendedorismo. É o caso do NETLABTV, do Campus Mobile e do Dupla Escola”, comenta a vice-presidente. Além disso, o NETLABTV é um projeto que que tem total sintonia com a TV por assinatura, um dos principais serviços que comercializamos por meio da NET. A NET, inclusive, foi a patrocinadora das duas primeiras edições do NETLABTV.”

Segundo Minom Pinho, produtora executiva do NETLABTV, além abrir uma janela de oportunidade para a entrada de novos talentos no mercado audiovisual, o projeto aproxima criadores de conteúdos brasileiros das demandas dos principais players do audiovisual brasileiro, tais como produtoras independentes, canais, distribuidores e agregadores de conteúdo na internet.

Em foco: formação de roteiristas

Um dos principais focos do NETLABTV é oferecer oportunidades de formação presencial e digital de novos criadores e roteiristas.  Para tanto realiza um conjunto de atividades como masterclasses com Keynotes nacionais e internacionais, seminários, mesas redondas, oficinas, além de oferecer laboratório, consultoria especializada e imersão criativa para aprimoramento de novas ideias e novos formatos de séries brasileiras. Além disso, dissemina conhecimentos sobre criação e mercado com notícias, entrevistas, vídeos tutoriais, dicas e links de pesquisa via Blog e redes sociais do NETLABTV.

“Não basta só identificar talentos. O mercado audiovisual apresenta carência de cursos, workshops, laboratórios de roteiro e, principalmente, de mecanismos que facilitem e façam intermediação de novos roteiristas com canais e produtores de conteúdo”, analisa Daniely.

 Neste sentido, Minom destaca a importância do foco no aprimoramento dos projetos de séries não apenas por meio do Laboratório NETLABTV, mas também por meio da oferta de oportunidades de qualificação profissional como oficinas presenciais, seminários, palestras. “Não há muitas plataformas no País dedicadas à qualificação de criadores de novas histórias para TV e Internet e, neste quesito, o NETLABTV ocupa um espaço fundamental com oferta de conteúdos e formação gratuita, além de articulação de parcerias fundamentais ao fortalecimento do mercado criativo”.

Para a produtora executiva, a abrangência nacional do Concurso garante também pleno alinhamento com as políticas de regionalização do setor audiovisual nacional. “A ANCINE tem ampliado fortemente o investimento regional e, para isso, serão necessários novos e potentes criadores de conteúdo nas mais diversas regiões do País. E o NETLABTV contribui com esse movimento.”

Para Arnaldo Branco, um dos vencedores do NETLABTV 2013, com a série Morro da Neurose, a chancela do Concurso foi fundamental para que seu projeto ganhasse visibilidade e pudesse ser aprimorado. Isso permitiu que ele firmasse parceria com uma das maiores produtoras atuantes no mercado: seu projeto Morro da Neurose foi adaptado para série de animação e integra o portfólio de novos projetos da Conspiração Filmes.

“Por isso, e justamente pela carência de cursos de roteiro no Brasil, o NETLABTV é muito importante. Existe um mito da criatividade do brasileiro, da nossa capacidade de improviso que é muito daninho – somos a pátria do drible, da galera que acha que já nasceu sabendo. E se existe um ramo de atividade em que você precisa aprender com os outros, com os erros dos outros, praticar o desapego com as suas certezas, esse ramo é o audiovisual”, comenta o roteirista.

Social Video – De olho no futuro

Afinado com as transformações ocorridas no mercado audiovisual e com o crescimento do consumo de vídeos nas redes sociais, o Concurso abraça a missão de identificar jovens talentos dispostos a criar conteúdos seriados de curta duração (2 a 5 minutos por episódio) voltados para dispositivos móveis. “As ofertas de entretenimento digital já estão disponíveis em todas as plataformas: no cinema, na TV, na internet; e mais: pode ser acessado pelo computador, pelo celular, pelo tablet, quando e onde as pessoas quiserem. Por isso, entendemos que abrir a nova categoria Social Video possui grande importância de revelar talentos jovens e fala diretamente com os Millennials”, explica Daniely.

Para a categoria Social Video, poderão ser inscritos roteiros de séries voltadas às redes sociais (Facebook, Youtube, Instagram, entre outros) e exibição em tablets, smartphones e outros dispositivos.

A entrada desta nova categoria trará, naturalmente, mais jovens talentos para a esfera do NETLABTV, projeto que nas duas últimas edições, já contou com cerca de 81/82% de roteiristas iniciantes entre os inscritos.Qualificar roteiros com este foco e revelar jovens talentos é uma demanda com a qual queremos dialogar, trazendo novas oportunidades de aprendizado e de negócios”, observa Minom.

Chegar em todo o Brasil – Ampliando o raio de ação

Nesta edição, o NETLABTV realiza eventos regionais em quatro capitais: Rio de Janeiro, São Paulo, Recife e Porto Alegre. Estas cidades recebem palestras de lançamento do Concurso, mesas redondas sobre criação de séries e oficinas de roteiro gratuitas.  “A ideia é apresentar as propostas do Concurso em novas praças e levar oportunidades de formação a talentos criativos locais. Há carência de formação em roteiro em todo o Brasil e oportunidades gratuitas são raras”, detecta Minom Pinho.

Vale lembrar que, nos anos anteriores, o NETLABTV recebeu cerca de três mil inscrições de criadores de 26 estados brasileiros.

Com o apoio institucional da ABRA – Associação Brasileiras de Autores Roteiristas, da Spcine – Empresa de Cinema e Audiovisual de São Paulo, BRAVI – Brasil Audiovisual Independente, SIAESP – Sindicato da Indústria Audiovisual do Estado de São Paulo, SICAV RJ – Sindicato da Indústria Audiovisual e APRO – Associação Brasileira da Produção de Obras Audiovisuais, o NETLABTV possui ainda como parceiros os principais canais e programadoras de TV por assinatura e agregadores de internet do país.

Receba NossasNovidades