As inscrições para o Campus Mobile estão encerradas. Esse ano, a iniciativa de inovação e empreendedorismo do Instituto NET Claro Embratel para jovens universitários e recém-formados bateu recorde e recebeu 217 projetos de 25 estados do Brasil, totalizando 483 participantes.

“Anualmente, o Campus Mobile tem tido mais visibilidade e, por consequência, mais inscrições e projetos mais robustos. Esse ano, inovamos na criação de categorias que vão trazer iniciativas que poderão contribuir para a solução de problemas em Educação, Diversidade, Smart Cities e Smart Farms. Esse resultado de inscrições já nos deixa muito satisfeitos, pois temos certeza que, diante das centenas de inscritos, teremos as melhores soluções dentro dessa edição”, afirmou o gerente de responsabilidade social da Claro Brasil, Flavio Rodrigues.

O objetivo é que os jovens desenvolvam suas ideias e criem aplicativos relacionados a um dos temas, que beneficiem a sociedade e estimulem o desenvolvimento do país.

“Nosso público tem respondido trazendo propostas bastante sofisticadas. Temos desde Internet das coisas e inteligência artificial até empoderamento de minorias e causas de impacto social. Vai ser ótimo interagir com estas pessoas”, afirmou Alexandre Martinazzo do Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico (LSI-TEC), instituição parceira do concurso.

Além da LSI-TEC, o programa conta com o apoio de parceiros importantes, como Finnet, Living Lab, Sebrae, Logicalis, NEU, Poli-USP, Qualcomm, StartSe, VR Monkey, Web Para Todos e Accenture.

“A StartSe está muito feliz em apoiar o Campus Mobile. Nosso objetivo é ajudar e fortalecer o ecossistema brasileiro de startups, e ser parceiro desse projeto está de acordo com o nosso propósito. Queremos, cada vez mais, apoiar esses jovens e empreendedores desde o início de suas jornadas. Acreditamos que a transformação do Brasil passa pelo empreendedorismo”, comentou Nathália Médici, da StartSe for Good.

“Na Qualcomm, estamos constantemente pensando em maneiras de inspirar a próxima geração de inovadores, e em como contribuir com a sociedade através de projetos com impacto social positivo. Ficamos orgulhosos em colaborar com o Instituto NET Claro Embratel e com os demais parceiros do Campus Mobile que apoiam ações de empreendedorismo aliadas ao desenvolvimento social”, completou o Diretor de Desenvolvimento de Negócios da Qualcomm, Fiore Mangone.

Ainda, na categoria Educação, os mobilianos serão avaliados por um representante do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). A instituição também vai promover feedbacks e palestras em três momentos do concurso: lives, bancas de avaliação e semana presencial.

A próxima etapa acontece em 13/12 quando a banca avaliadora vai escolher 60 projetos que seguirão para a fase presencial. Os jovens selecionados irão desenvolver suas ideias e projetos com auxílio de um ambiente virtual de aprendizagem e tutores.

Para mais informações sobre a competição, explore o site.

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

wpDiscuz

Talvez Você Também Goste

Geral

Humanização das marcas: o novo relacionamento com o cliente – Ricardo de Souza Silva (Claro Brasil)

Vídeos com mentorias online auxiliam participantes da 7a edição do programa Campus Mobile

há 3 meses
Geral

Acessibilidade Digital – Odilon Gonçalves (Movimento Web Para Todos)

Vídeos com mentorias online auxiliam participantes da 7ª edição do programa Campus Mobile

há 3 meses
Geral

IoT com Blockchain – Anton Vlassov e Paulo Aurélio da Silva (Claro Brasil)

Vídeos com mentorias online auxiliam participantes da 7a edição do programa Campus Mobile

há 3 meses
Geral

Embaixadores: Dicas para categoria Smart Farms

Vídeos com mentorias online auxiliam participantes da 7a edição do programa Campus Mobile

há 3 meses

Receba NossasNovidades