Sarah Fernandes

Um resumo das três décadas de história do HIV no Brasil estará nos cinemas de todas as capitais do país durante outubro. O documentário “Carta para Além dos Muros”, dirigido por André Canto, traz para as telonas uma narrativa sobre o vírus inspirada na série de crônicas do escritor Caio Fernando Abreu.

Por meio de depoimentos, o documentário, com cerca de 1h30 de duração, investiga e expõe o estigma e a discriminação das pessoas com HIV. “É uma construção social muito difícil de quebrar, mas o objetivo é colaborar com todas as ações realizadas nessa tentativa de enfrentamento”, contou o diretor André Canto à Unaids, braço da ONU parceiro da iniciativa.

Pelo menos 30 pessoas dão voz à história, entre elas estão o médico e escritor Drauzio Varella, a mãe do cantor Cazuza, Lucinha Araújo, os ex-ministros da Saúde José Serra e José Gomes Temporão, além de pessoas que vivem com HIV e ativistas que trabalham para acabar com o preconceito, como os youtubers Gabriel Estrela e Gabriel Comicholi. O filme traz, ainda, o depoimento da médica Valéria Petri, que identificou o primeiro caso de Aids no Brasil.

Cena do documentário “Carta para Além dos Muros” (crédito: reprodução site Unaids)

 

“Temos vivido, nos últimos anos, uma revolução no campo da medicina, da ciência e das tecnologias. Hoje, a gente precisa que essa revolução se reflita também na área social e de direitos humanos”, destacou Cleiton Euzebio de Lima, diretor interino da Unaids no Brasil, instituição que ofereceu apoio institucional e técnico para a elaboração do documentário. “E esses avanços na área social não dependem de uma pílula ou tecnologia, mas especialmente de que todas as pessoas, em todos os lugares, falem mais sobre o HIV e se disponham a aprender mais sobre o tema, sem tabus, sem estigma e ou discriminação.”

A produção, primeira do gênero a refazer a cronologia do HIV e da Aids no país, homenageia o autor gaúcho Caio Fernando Abreu, que, em 1994, revelou publicamente sua sorologia. Ele abordou o tema em uma série de crônicas publicadas no jornal “O Estado de S. Paulo’, chamada Carta para Além dos Muros. O escritor brasileiro morreu em 1996, por complicações decorrentes da doença.

Veja mais:
Rodas de acolhimento trazem conforto para jovens que vivem com HIV
Site apresenta informações para jovens recém-diagnosticados com HIV
ONU orienta sobre discriminação de pessoas vivendo com HIV
Projeto usa minidocumentários criados por jovens para conscientizar sobre questões sociais e de saúde

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

wpDiscuz

Talvez Você Também Goste

Notícias

Rodas de acolhimento trazem conforto para jovens que vivem com HIV

Espaço permite que soropositivos compartilhem experiências e superem dificuldades em conjunto

há 6 meses
Notícias

Site apresenta informações para jovens recém-diagnosticados com HIV

Iniciativa da Unaids, ‘Deu Positivo, e Agora?’ aborda o tema em linguagem acessível

há 12 meses
Notícias

Coletivo Amem promove festas para debater HIV, gênero e negritude

“Racismo torna a população negra vulnerável ao vírus e outras violências”, diz dançarino Flip Couto

há 1 ano
Notícias

ONU orienta sobre discriminação de pessoas vivendo com HIV

Publicação reúne leis de proteção e órgãos a serem buscados em caso de preconceito

há 2 anos

Receba NossasNovidades