Leonardo Valle

Uma pesquisa de âmbito nacional com 19.824 homens apontou que 39% dos entrevistados concordavam totalmente com a afirmação de que, quando menino, foram ensinados a não demonstrar fragilidade. Além disso, 57% concordavam totalmente ou parcialmente com o fato de terem sido ensinados a não demonstrarem emoções. O levantamento “O silêncio dos homens” está disponível online.

Em outra parte do questionário, 59% dos concordaram totalmente que, quando meninos, foram ensinados a não se comportarem de modo que parecesse feminino. Um em cada quatro entrevistados de até 24 anos também disse se sentir solitário sempre.

Para compor o estudo, foram ouvidos homens heterossexuais e não heterossexuais, com ensino médio, a partir de 14 anos e usuários da internet de cinco regiões do Brasil. A iniciativa foi idealizada pelo projeto PapodeHomem e realizada pelo  Instituto de Pesquisa & Desenvolvimento em Florescimento Humano (PdH)

O levantamento ainda resultou no documentário “O silêncio dos homens”, que pode ser assistido gratuitamente pela internet. A produção aborda a construção da identidade masculina.

Veja mais:
“Falar sobre masculinidade tóxica é um caminho a ser seguido por quem busca igualdade”, afirma Tulio Custódio
Homens usam YouTube para defender e inspirar paternidade ativa

Crédito da imagem: levantamento “O silêncio dos homens”

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

wpDiscuz

Talvez Você Também Goste

Notícias

Maioria dos suicídios não acontece sem aviso, enfatiza cartilha

Material informa maneiras de acolher pessoa com tendência suicida e disponibiliza contato de serviços

há 3 dias
Notícias

Manual apresenta passos e ferramentas para jovens que querem promover mudanças sociais

Publicação indica passos e caminhos para criar, planejar e colocar em prática projetos

há 5 dias
Notícias

Sacolinha plástica ainda não possui substituto 100% sustentável

Opções biodegradáveis não são distribuídas, enquanto outros materiais possuem problemas de degradação

há 6 dias
Notícias

Mais de 4 milhões de pessoas pediram refúgio ou migraram da Venezuela, aponta plataforma da ONU

Página brasileira reúne dados recentes sobre o fluxo de venezuelanos no Brasil e no mundo

há 1 semana

Receba NossasNovidades