Leonardo Valle

O Instituto de Conservação da Biodiversidade Chico Mendes (ICMBio) divulgou a versão online do Livro Vermelho da Fauna Brasileira Ameaçada de Extinção 2018. O documento contou com a participação de 1.270 pesquisadores de todo o mundo para monitorar espécies ameaçadas de extinção.

Foram avaliadas 12.254 espécies, incluindo peixes e invertebrados aquáticos. O livro aponta 1.173 delas ameaçadas, distribuídas em três categorias: Criticamente em perigo (CR), Em Perigo (EN) e Vulnerável (VU). Contudo, 170 deixaram de constar nas três categorias de risco, comparado ao último levantamento, de 2008.

A Mata Atlântica é o local no qual se encontram a maior quantidade de espécies ameaçadas. Do total, 50,5% se encontram na região, sendo que 38,5% são exclusivas desse bioma.

Além da identificação do grau de risco de extinção, o livro apresenta uma abordagem sobre as circunstâncias que as colocam em risco, quais são e onde estão as ameaças que enfrentam e a sua associação com as atividades humanas. “Mais do que simplesmente apontar culpados, busca-se enxergar com maior exatidão os vetores de ameaças para melhor delinear as estratégias de conservação, que deverão implicar em medidas mais inteligentes e mais eficazes”, explica o diretor de Pesquisa, Avaliação e Monitoramento da Biodiversidade, Marcelo Marcelino de Oliveira, na introdução do documento.

Veja mais:
Aquecimento global poderá extinguir até 10% dos anfíbios da Mata Atlântica, segundo estudo
Brasil desmatou metade do cerrado e 20% da floresta amazônica, aponta relatório
Desmatamento zero e rotação do gado ajudam pecuária a reduzir impactos ambientais

Crédito da imagem: Marcelo Vilarta/reprodução livro “Vermelho da Fauna”

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

wpDiscuz

Talvez Você Também Goste

Notícias

Aquecimento global poderá extinguir até 10% dos anfíbios da Mata Atlântica, segundo estudo

Pesquisa analisou presença desses animais no meio ambiente e a relação com as mudanças climáticas

há 6 meses
Notícias

Desmatamento da Mata Atlântica caiu 56,8%, segundo relatório

Foram destruídos 12.562 hectares entre 2016 e 2017, menor índice desde 1985

há 8 meses
Notícias

Brasil desmatou metade do cerrado e 20% da floresta amazônica, aponta relatório

Documento da WWF monitorou impactos ambientais no mundo de 1970 até os dias de hoje

há 4 meses
Notícias

Cartilha ensina consumidores de São Paulo a economizarem na conta de luz e de água

Publicação do Procon-SP explica tarifas adotadas pelas agências do setor e critérios para solicitar descontos

há 18 horas

Receba NossasNovidades