Faça o download do podcast

Marcelo Abud

A Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH), que garante os direitos humanos básicos, foi adotada pela Organização das Nações Unidas em 10 de dezembro de 1948. O documento, que completa 70 anos em 2018, foi esboçado principalmente pelo canadense John Peters Humphrey, com a ajuda de pessoas de todo o mundo.

Dos 30 artigos contidos nela, destaca-se a questão da igualdade. “Já na primeira parte, fala que os seres humanos nascem livres e iguais, sem distinção. Isto inclui gênero e orientação sexual, mesmo que não esteja especificamente dito”, afirma o diretor do Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (Unic Rio), Maurizio Giuliano, ouvido neste podcast.

Depois de sete décadas, ele considera que a declaração não é apenas atual, como ainda mais importante do que quando foi escrita. “Temos hoje no mundo guerras e sofrimento como nunca houve. Tudo isso nos lembra de um direito muito importante, que é o direito à paz e à vida”, ressalta.

Imagem do filme “A Declaração Universal dos Direitos Humanos” (Crédito: reprodução ONU)

 

Ouvida também pelo Instituto NET Claro Embratel, a professora de ciências políticas e relações internacionais da Universidade de São Paulo (USP), Rossana Rocha Reis, defende que “é preciso batalhar para que os direitos existam e, quando eles existem, lutar para que não desapareçam”.

Reis integra o conselho da Cátedra Unesco de Educação para a Paz, Direitos Humanos, Democracia e Tolerância, sediada no Instituto de Estudos Avançados da USP. Desde 2013, sua equipe desenvolve a Cartografia de Direitos Humanos em São Paulo, com dezenas de locais que marcam o roteiro de luta na cidade.

“A gente está recuperando essa história e, de certa maneira, a geografia dos direitos humanos na cidade de São Paulo, para inspirar as pessoas a continuarem a luta pela dignidade e igualdade”, explica.

Para celebrar os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, o site da ONU Brasil traz, todo dia, um texto explicativo sobre cada um dos 30 artigos do documento.

Crédito:
A música utilizada na edição deste podcast é “Manifestação” (Letra de Carlos Rennó e arranjos de Russo Passapusso, Rincon Sapiência e Xuxa Levy), interpretada por vários artistas, em comemoração aos 70 anos da DUDH. A trilha de fundo e a interpretação são de Reynaldo Bessa.

Veja mais:
30 anos da Constituição Cidadã e os dias de hoje: crianças, mulheres e direitos humanos

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

wpDiscuz

Receba NossasNovidades