BM Comunicação

Todos os anos, 1,3 bilhão de toneladas de alimentos são desperdiçadas no mundo, de acordo com a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO). Segundo a entidade, esse volume representa 30% de toda a comida produzida globalmente e seria suficiente para resolver o problema da fome mundial. Só no Brasil, 41 mil toneladas vão para a lata do lixo todos os anos, aponta o World Resources Institute (WRI).

Combater localmente o desperdício de alimentos e conscientizar as pessoas sobre a importância da mudança de hábitos são os objetivos dos projetos “Mesa Brasil” e “Fruta Imperfeita”.

Criado pelo Sesc em 1994, o “Mesa Brasil” articula a distribuição de excedentes que seriam descartados por produtores, indústrias e restaurantes para compor o cardápio de instituições sociais que atendem pessoas em situação de vulnerabilidade.

Já a “Fruta Imperfeita” é um serviço de entrega de cestas de frutas e legumes tidos como “imperfeitos” e que seriam descartados por pequenos produtores por não atenderem aos padrões das redes varejistas, mas que ainda são adequados para o consumo.

Para a gerente de educação do Instituto Akatu, Denise Conselheiro, apesar de pequenas em termos de volume, ações como essas são essenciais para reverter o cenário do desperdício. “É muito importante que a gente tenha iniciativas que facilitem a vida do indivíduo engajado, do consumidor sensibilizado, para que ele possa, de fato, mudar o seu comportamento em relação ao consumo de alimento”, afirma.

Veja mais:
Jovens são menos propensos ao consumo consciente e sustentabilidade, aponta pesquisa
Aumento de desemprego e pobreza apontam retorno do Brasil ao Mapa da Fome

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

wpDiscuz

Talvez Você Também Goste

Aplicativo ajuda pais e responsáveis a encontrarem programas culturais para crianças em São Paulo

Com foco na educação, ONG cria presídio alternativo, sem armas ou rebeliões

Mulheres combatem o machismo com samba

Receba NossasNovidades