Escolas públicas e privadas deverão capacitar professores e funcionários para noções básicas de primeiros socorros, segundo legislação sancionada pela presidência da República em 4 de outubro de 2018. A Lei 13.722/18 abrange instituições de educação infantil e básica, assim como estabelecimentos de recreação infantil.

O curso deverá ser ofertado a cada dois anos. O objetivo é possibilitar que os docentes consigam manejar situações emergenciais enquanto a assistência médica especializada não for proporcionada. Segundo ainda o texto, serão oferecidos 180 dias para as escolas se adaptarem às novas diretrizes.

A nova medida ficou popularmente conhecida como “Lei Lucas” por ter sido motiva pelo falecimento do aluno Lucas Begalli Zamora, de 10 anos, que, em setembro de 2017, morreu ao se engasgar com um lanche durante um passeio escolar. Para prevenir situações semelhantes, foi criado o PL 9468/18, de autoria dos deputados Ricardo Izar (PP-SP) e Pollyana Gama (PPS-SP), que deu origem à nova lei.

Com Agência Câmara Notícias

Crédito da imagem: kasto80 – iStock

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

wpDiscuz

Talvez Você Também Goste

Notícias

Revista da Unesp traz dossiê sobre privatizações na educação básica

Capítulos abordam fenômeno no campo da gestão escolar, reformas do governo, entre outros

há 18 horas
Notícias

7 adaptações de livros clássicos para HQs

Olhar de cartunistas para obras brasileiras e estrangeiras pode aproximar jovens do universo da leitura

há 2 dias
Notícias

5 links para entender a obra do argentino Julio Cortázar

Produção do escritor brinca com linearidade temporal e acontecimentos fantásticos na vida cotidiana

há 5 dias
Notícias

Educação doméstica fere os direitos de crianças e jovens, alertam entidades em nota

“As aprendizagens devem ocorrer em ambiente de ampla circulação de ideias e opiniões”, diz documento

há 1 semana

Receba NossasNovidades