O Instituto Alana disponibilizou gratuitamente online a publicação “Desemparedamento da infância – a escola como lugar de encontro com a natureza”. A obra sistematiza os caminhos para reestruturar os espaços da escola de forma a possibilitar uma aprendizagem por meio da natureza. Além disso, traz experiências de instituições de ensino que permitiram que as crianças aproveitassem os pátios e outros territórios educativos como ambientes de aprendizado e brincar livre.

“Urge pensarmos no desemparedamento da infância para que todas as crianças possam ter um desenvolvimento saudável e com mais liberdade nos espaços abertos das cidades. Por isso, nos inspiramos nos conceitos propostos por especialistas em diversas áreas da infância, para sistematizarmos alguns caminhos para promover a ressignificação dos espaços escolares como local potente para o aprender com e na natureza”, explica a diretora do programa Criança e Natureza, do Alana, Laís Fleury. “Queremos reverberar essas ideias para ampliar as possibilidades de conectar a educação com a vida que pulsa do lado de fora”, acrescenta.

A publicação é ainda amparada em estudos que apontam os benefícios de ambientes ricos em natureza – incluindo as escolas com pátios e áreas verdes, praças, parques e espaços livres para o brincar – na promoção da saúde física, mental e no desenvolvimento de habilidades cognitivas, sociais, motoras e emocionais das crianças.

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

wpDiscuz

Talvez Você Também Goste

Notícias

Documentário ajuda alunos a entenderem a destruição da natureza ao longo da história

“O Poema Imperfeito” está disponível gratuitamente e pode ser trabalhado na íntegra ou em capítulos

há 1 mês
Notícias

Professor e projeto pedagógico são estratégicos para que tecnologia leve à aprendizagem

Estudo aponta ganhos para aprendizagem dinâmica, participativa e colaborativa

há 2 anos
Notícias

Documentário lançado online traz novas formas de educação

Disponível gratuitamente, “Quando Sinto que Já Sei” joga luz em práticas com participação cidadã e afetividade

há 4 anos
Notícias

“Vale tudo para ensinar uma criança e evitar a morte cívica dela”, diz Tião Rocha

Após 30 anos em práticas alternativas de ensino, o educador acredita que “escola não tem que ser carrancuda”

há 4 anos

Receba NossasNovidades