As Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) podem ser parceiras importantes no processo de ensino e aprendizagem. Contudo, seu uso em prol do conhecimento escolar ainda está apoiado em mitos, como aponta o pós-doutor em Filosofia da Educação na área de Tecnologias da Educação, Fernando José de Almeida. Ele foi um dos convidados de um debate sobre Educação e Cultura Digital promovido pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br), em São Paulo, no dia 23 de novembro de 2017.

“Devemos usar a tecnologia em ambiente escolar porque ela contribui com o conhecimento, não por ela ser inevitável, um caminho sem volta. O mesmo vale quando justificam o seu uso por ela ser facilitadora ou motivadora. O professor não está lá para facilitar e nem a aprendizagem é um fast-food sem paladar”, compara. “Além disso, depois de motivado, chega a hora deste aluno finalmente aprender. Caso contrário, ele só será motivado e ponto final. O processo de aprendizagem não ocorre”, desmistifica.

Segundo Almeida, a internet não foi necessariamente criada visando o conhecimento escolar. Porém, quando apropriada por professores, torna-se uma ferramenta importante.

“Primeiramente, a internet ajuda o aluno a se espantar e se encantar com o conhecimento. Ela não é a única a fazer isso, mas traz esse encantamento de maneira mais ampla”, sugere. “Ela contribui quando gera no aluno o sentimento de indignação frente à realidade posta, quando o leva a pensar que a sociedade pode ser diferente. Na sequência, conteúdos de Geografia, História ou Sociologia o ajudam a contextualizar essa realidade e a pensar em soluções para ela”, descreve. “Para completar, a internet permite uma maior interdisciplinaridade e ajuda o aluno a se expressar e registrar sua visão de mundo”.

Incorporação no currículo

A importância de currículo que envolva a tecnologia no processo de aprendizagem também foi lembrada pela coordenadora da pesquisa TIC Educação 2016, Leila Ianone. Para a professora, apenas a infraestrutura e o acesso à tecnologia não transformam a Educação, mas sim professores e alunos preparados para o seu uso. “É necessário um currículo que insira a tecnologia na aprendizagem e não a veja somente como uma ferramenta para usar em atividades isoladas. Que essa tecnologia ajude os alunos a vivenciarem processo colaborativos”, destaca.

Opinião semelhante possui Almeida, que citou a incorporação das metas da Organização das Nações Unidas (ONU) voltadas a uma educação para o Desenvolvimento Sustentável no currículo da cidade de São Paulo. “O Desenvolvimento Sustentável, como uma diretriz, dá sentido ao uso da tecnologia em sala de aula, não o inverso. A tecnologia é utilizada em um determinado contexto”, afirma.

Ainda em relação à Cultura Digital na escola, o professor no Centro de Políticas Comparadas em Educação na Universidade Diego Portales (Chile), Ignacio Jara, lembrou sobre o desnível do uso da tecnologia pelo estudante dentro e fora da escola.

“O fato é que há uma mudança constante ao redor da escola e na forma de vida deste estudante. A escola se sente pressionada e os professores acham que há elementos que não conseguem alcançar”, explica. “Nesse sentido, é preciso usar menos telescópios e mais microscópios para criar uma experiência de aprendizagem coerente com esse contexto”, decreta.

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

wpDiscuz

Talvez Você Também Goste

Rock brasileiro dos anos 80 ajuda a entender parte da história do país

Músicas expressaram esperança com o fim da repressão e criticaram a manutenção de desigualdades

Professor não precisa de conhecimentos aprofundados em tecnologia para aplicar inovações

Para pesquisadora, aproveitar habilidades dos alunos supre dificuldades do docente

Livro reúne casos de gestão democrática em diversos contextos escolares

Publicação aponta que não é preciso ter condições ideais para promover ensino diferenciado

Ensino de educação financeira não se restringe à matemática

Projeto em escola pública também aborda história do dinheiro e consumo consciente

Receba NossasNovidades