O ano de 2017 marcou os cinquenta anos de morte de Guimarães Rosa. Considerado um dos maiores escritores brasileiros, sua obra é frequentemente apontada como de difícil acesso. Por isso, é comum que ela só seja trabalhada nas escolas no final do ensino médio já que seus livros estão frequentemente na lista de leituras obrigatórias de vestibulares do país.

As subversões na sintática, a transcrição literária da fala sertaneja, a ressignificação de provérbios e ditos populares, além da invenção de novas palavras são alguns dos elementos que marcam o caráter inovador da prosa do autor.

A partir dessas peculiaridades que a professora de literatura brasileira da Universidade de São Paulo (USP), Yudith Rosenbaum, propõe uma aproximação da obra do autor para públicos de diferentes idades. Também, na entrevista, a pesquisadora fala sobre a importância das inovações trazidas por Guimarães Rosa e traz dicas para quem quer se aprofundar em sua obra.

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

wpDiscuz

Talvez Você Também Goste

Experimentos científicos podem ser propostos aos alunos sem precisar de laboratório

Escola faz projeto para conscientizar alunos sobre desperdício de alimentos

Campanha orienta gestores escolares a obterem recursos públicos para criação de bibliotecas

Receba NossasNovidades