Conteúdos

 Estudos Sociais

Objetivos

Perceber semelhanças e diferenças entre pessoas por meio de registros e relatos;

Reconhecer as características físicas do ser humano;

Respeitar as diferenças existentes entre as pessoas.
 

 

1ª Etapa: Início de conversa

O ambiente escolar é rico em relações interpessoais que podem ser positivas ou negativas, dependendo do trabalho realizado na instituição com relação à diversidade. Ao escolher o trabalho com foco nas semelhanças e diferenças existentes entre as crianças, podemos contribuir para que se tornam mais tolerantes e aprendem a respeitar as características pessoais dos que as cercam. A escola deve propor momentos em que os alunos observem semelhanças e diferenças entre eles e os outros, conheçam as preferências de cada integrante de seu grupo, valorizando a importância de cada um e do respeito à diversidade para a vida em sociedade. 

2ª Etapa: Conversando sobre o assunto

Comece a aula organizando os alunos em roda e peça a eles que observem os colegas que estão à sua volta. Durante a observação, vá fazendo perguntas que mobilizem os alunos a pensarem sobre o que estão vendo como “Como estas pessoas são?”, “Em que vocês são parecidas?” e “Em que são diferentes?”. 

Depois desta etapa inicial, abra uma discussão coletiva com os alunos sobre o que observaram. Deixe que falem livremente e só depois proponha que a auxiliem na montagem de duas listas uma de semelhanças que podemos encontrar nas pessoas que estão em nosso grupo e outra com as diferenças entre elas.

 

3ª Etapa: Refletindo sobre

Após a exploração inicial, peça aos alunos que, individualmente, escolham dois amigos da sala um que tenha características semelhantes a ele e outro que seja bem diferente. Entregue a cada aluno uma folha e solicite que desenhem estes amigos na parte definida e abaixo do desenho escrevam que características encontraram nestes amigos para serem os escolhidos. Veja uma sugestão de ficha no Material de Apoio (Modelo 1) 

Durante a produção individual dos alunos o professor poderá circular pela sala para tirar possíveis dúvidas que eles venham a ter com relação à proposta ou a escrita de algumas palavras, visto que esta atividade propõe que os alunos escrevam espontaneamente.

Com os desenhos prontos monte um mural na sala para que todos tenham acesso às produções dos colegas. Neste momento, você também poderá fazer a exploração dos livros com histórias sobre o tema. Você encontra algumas sugestões no item “Para organizar seu trabalho e saber mais”. 

 

4ª Etapa: Preparando o amigo secreto

Findas as discussões, atividades e leituras, proponha aos alunos uma brincadeira de amigo secreto, porém explique que essa será um pouco diferente da que eles já devem ter participado ou ouvido falar. Para saber mais sobre a brincadeira você poderá acessar o item “Para organizar seu trabalho e saber mais”. Proponha que as crianças presenteiem seu amigo secreto com chocolates, caso estejam próximo a Páscoa, com livros, desenhos, peças feitas com argila por eles mesmos, enfim veja o que é mais adequado para seu grupo de alunos.

Alguns dias antes da brincadeira, solicite que cada aluno escreva seu nome em um papelzinho e entregue a você dobrado para o sorteio. Com todos os nomes prontos chame um aluno por vez para tirar um nome do saquinho e entregue a ele uma ficha como a do modelo abaixo para preencher, essa ficha será muito importante no dia da troca dos presentes, assim que eles preencherem você deverá recolhê-la e guardá-la para o dia combinado do amigo secreto. Anote em uma planilha pessoal quem cada aluno tirou para poder auxiliá-los no dia da brincadeira, caso necessário. Veja um modelo de ficha do amigo secreto no Material de apoio (modelo 3)

Para facilitar você poderá construir anteriormente uma tabela com as informações que os alunos utilizarão para preencher a ficha e deixá-la disponível na sala para que os alunos consultem. Assim você evita que eles perguntem diretamente para o amigo sorteado o que atrapalharia o andamento da brincadeira. Veja um exemplo no Material de apoio (Modelo 3): 

Também não se esqueça, se necessário, de pedir o presente aos pais antecipadamente para evitar que alguma criança não o traga no dia da brincadeira.

 

5ª Etapa: Brincando de amigo secreto

No dia estabelecido sente em roda com os alunos e distribua as fichas que cada um preencheu. Escolha quem irá começar a brincadeira e peça que ele compartilhe com todos a sua ficha. Os outros alunos terão que tentar descobrir quem foi o amigo que ele sorteou, caso as crianças não descubram usando somente as dicas dadas na ficha, solicite à criança que fale como o amigo dela é, o que gosta de fazer, quem são seus melhores amigos, entre outras características que poderão ajudar a desvendar o segredo. Quando o grupo acertar, a criança entrega o presente para o amigo sorteado e a brincadeira recomeça.

A intenção dessa brincadeira é permitir que os alunos percebam as diferenças e semelhanças entre eles, aprendam mais sobre características físicas e respeitem a identidade de cada um do grupo.

 

Materiais Relacionados

1. Para saber mais sobre diversidade acesse o link http://pt.wikipedia.org/wiki/Diversidade

2. Para saber mais sobre a origem da brincadeira “amigo secreto” acesse o link http://pt.wikipedia.org/wiki/Amigo_secreto
3. Para ler com os alunos, selecione alguns bons livros sobre o tema, veja as sugestões:
– ALVES, Ziraldo. Flicts. Editora: Melhoramentos.
– BELINKY, Tatiana. As aparências enganam. Editora: Cortez.
– BELINKY, Tatiana. Diversidade. Editora: Quinteto Editorial.
– BRAIDO, Eunice. A joaninha diferente. Editora: FTD.
– CALTABIANO, Mariana. Arca de ninguém. Editora: Scipione.
– FURNARI, Eva. Pandolfo Bereba. Editora: Moderna.
– MACHADO, Ana Maria. Menina bonita do laço de fita. Editora: Ática.
– OTERO, Regina e RENNÓ, Regina. Ninguém é igual a ninguém. Editora: Ediouro.
– RAMOS, Rossana. Na minha escola todo mundo é igual. Editora: Cortez.
 

Arquivos anexados

  1. Amigo secreto. Trabalhando com semelhanças e diferenças

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

wpDiscuz

Talvez Você Também Goste

Canudos: Primeira República – os conflitos

Entenda a origem dessa guerra e também sobre o Coronelismo no Nordeste do Brasil

Avatar Autor: Júlia Bittencourt

Realidade indígena no Brasil

Plano de aula aborda parte da história dos povos nativos do país

Avatar Autor: Júlia Bittencourt

Fluxos migratórios: Movimentos populacionais

Entenda quais são os motivos e as questões geográficas envolvidas nas migrações

Avatar Autor: Professora Júlia Bittencourt

Alfabetizando com a biografia do Ziraldo

Saiba como utilizar a história do autor para ensinar a escrever e ler

Avatar Autor: Professora Iracema Mendes Santos Alves

Receba NossasNovidades