Conteúdos

As Treze Colônias inglesas – o processo de independência:
as relações comerciais entre as treze colônias e a metrópole inglesa

Objetivos

Compreender o processo e a administração das treze colônias inglesas.

Compreender as diferenças de administração da Grã-Bretanha em relação às colônias do Norte e as do Sul.

Compreender as diferenças entre as colônias de povoamento e as colônias de exploração.

Compreender o comércio triangular e as consequências à metrópole inglesa.

 

1ª Etapa: Procedimentos de Leitura

Oriente os alunos que façam uma primeira leitura do texto Colonização inglesa na América do Norte, sem grifar, criando, apenas, palavras-chaves aos parágrafos. Em seguida, apresente uma lista de questões ou de procedimentos de leitura, que permitam os alunos buscarem no texto as informações centrais ou as que merecem destaque. No que diz respeito aos procedimentos de leitura, segue exemplos de comandos (o que deve se achar no texto), permitindo os alunos voltarem ao texto com mais atenção:

 

1. Grife de vermelho os trechos que apresentam os motivos que fizeram a Inglaterra investir na construção naval e a organizar companhias de comércio. 

 

2. Sublinhe de azul o parágrafo que demonstra a primeira tentativa de colonização inglesa na América do Norte.

 

3. Circule de verde as duas formas de colonização inglesa na América do Norte.

 

[…]

 

Importante ensinar e enfatizar que grifar, sublinhar e circular são procedimentos diferentes, o que requer muita atenção por parte dos alunos. Não obstante, deve-se atenção também às cores solicitadas e aos comandos: trecho(s), parágrafo(s), palavra(s) etc.

 

Esse procedimento de leitura, além de visual, permite perceber quais são as dificuldades dos alunos em relação à interpretação de enunciados e do próprio texto. Além do mais, ao comparar diferentes produções, o aluno consegue visualizar e avaliar os seus próprios erros.

 

Sendo assim, depois de realizada essa tarefa, peça aos alunos que sentem em pares e comparem as produções realizadas. Peça para que os mesmos anotem no caderno as dúvidas que surgiram desse processo de auto-avaliação. Em seguida, faça uma leitura coletiva, apresentando a localização das informações e solucionando as dúvidas apresentadas.

2ª Etapa: Pesquisando e sistematizando informações

Depois da leitura compartilhada e da comparação/avaliação das produções, divida os alunos em grupos maiores (de quatro a seis alunos), e proponha uma pesquisa sobre as principais características e diferenças das colônias de povoamento e as colônias de exploração. Também o nome das colônias pertencentes ao norte e ao sul. A pesquisa poderá ser realizada na internet ou em livros disponíveis na biblioteca. 

 

O registro das informações encontradas poderá ser feito de diversas formas, tais como: fichamento (pequenas frases em tópicos), tabelas e esquemas. Desse modo, demonstramos outras formas de registro e de organização de informações.

 

Importante solicitar aos alunos que registrem os sites e/ou livros pesquisados, para saber quais as fontes foram utilizadas e de que maneira foram feitas a seleção das informações.

 

Avalie e corrija as produções e dê uma devolutiva aos alunos. Essa correção será fundamental para a próxima etapa.

 

Observação: vale a pena orientar os alunos quais sites são confiáveis para a realização da pesquisa, do ponto de vista dos conteúdos, informações e abordagens apresentadas. Apresente uma lista de sites educativos, que eles possam pesquisar com mais confiança.

 

3ª Etapa: Construindo cartazes

Após as pesquisas e sistematização das informações, com os mesmos grupos antes divididos, apresente/entregue o mapa das treze colônias inglesas na américa. Entregue papéis sulfite, para que os alunos possam produzir tarjetas. Nestas, oriente que escrevam as principais características (uma por tarjeta) e relacionem às colônias do sul e assim também às do norte. O mapa e as tarjetas podem ser dispostos/colados em papel pardo (craft) ou em cartolinas coloridas. A relação entre as colônias e as tarjetas poderão ser feitas com setas, barbantes etc. Importante enfatizar a parte estética (disposição do mapa, das tarjetas, a combinação de cores etc.), bem como a atenção ortográfica ao trabalho a ser realizado.

 

Cartazes prontos, estes poderão ser expostos em murais na escola e também são modelos imagéticos de organização das informações aos próprios alunos producentes. 

 

4ª Etapa: Aula Expositiva

A partir do texto, da pesquisa e da montagem dos cartazes, construa uma aula expositiva sobre o processo de colonização inglesa das Treze Colônias da América do Norte:

 

a monarquia constitucional parlamentarista e o mercantilismo inglês – um breve resumo:

 

– explique (ou retome) o contexto do Antigo Regime e as principais características políticas e econômicas (absolutismo e o mercantilismo), enfatizando o processo de implementação da Monarquia Constitucional Parlamentarista na Grã-Bretanha – se necessário, trabalhe as revoluções inglesas, principalmente a Revolução Gloriosa (1688-1689).

 

a perseguição religiosa na Grã-Bretanha e a consequente ocupação inglesa da américa do norte:

 

– apresente e explique as perseguições religiosas aos protestantes (puritanos e quakers) pela coroa britânica (católica) e a necessidade de buscar novas terras; emigração de famílias protestantes da Grã-Bretanha; colonização da Nova Inglaterra.

 

a administração da Grã-Bretanha das treze colônias:

 

– apresente a divisão da costa da América do Norte (retome o mapa) e compare com as capitanias hereditárias: ambas organizações terceirizavam aos colonos a tarefa, com seus próprios recursos, de colonizar a nova terra; apresente/retome as características do pacto colonial, ou seja, da relação colônia-metrópole.



as diferenças entre as colônias de povoamento (norte) e as colônias de exploração (sul):

 

– retome algum cartaz anteriormente produzido pelos alunos e explique as diferenças de colonização no norte (povoamento) e no sul (exploração), relacionando essa última com o sistema de plantation realizado na américa portuguesa (colônia Brasil); enfatize a relativa liberdade comercial do norte em relação à metrópole, permitindo a configuração do comércio triangular.

 

o comércio triangular e as consequências à metrópole inglesa: 

 

– antes de explicar esse tópico, peça aos alunos que leiam o segundo texto, O Comércio Triangular; em seguida entregue para cada aluno um mapa mundi em branco (apenas contorno, sem informações) e peça para que colem no caderno; a partir da leitura, oriente os alunos que desenhem no mapa setas que indiquem as relações estabelecidas no comércio triangular e que escrevam os produtos comercializados; depois das produções, apresente um mapa “pronto” do comércio triangular, explicando as relações comerciais estabelecidas, estas permitidas pela relativa liberdade que tinham as colônias do norte; reitere que estas são responsáveis pela quebra do pacto/monopólio comercial, permitindo um comércio transatlântico entre américas e o continente africano; comércio que permitia, também, o comércio de escravos às colônias do sul; mencione, apenas, que essa relativa liberdade do norte será um dos fatores que permitirá uma maior fiscalização comercial por parte da metrópole e que, consequentemente, uma necessidade de independência comercial, depois política, por parte dos colonos; mencionar o processo de regulamentação do comércio por parte da Grã-Bretanha e o início do processo de independência das treze colônias.

 

Materiais Relacionados

KARNAL, Leandro; PURDY, Sean; FERNADES, Luiz E.; MORAIS, Marcus Vinícius de. História dos Estados Unidos: das origens ao século XXI. São Paulo: Contexto, 2007.

 
Um Esboço da História Americana. Departamento de Estado dos Estados Unidos, Escrito´rio de Assuntos Pu´blicos, 2012, pp. 25-54.
 
 
– Leia e compartilhe o texto “Colonização inglesa na América do Norte”:
 
– Compartilhe o mapa “As Treze Colônias”:
 
– Leia e compartilhe o texto “O Comércio Triangular”:
 
– Compartilhe um dos modelos de mapa abaixo:
 
 
 

Arquivos anexados

  1. As Treze Colônias Inglesas na América

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

wpDiscuz

Talvez Você Também Goste

“O Espelho”, de Machado de Assis

Aula de literatura explora o gênero conto e analisa livro do escritor brasileiro

Avatar Autor: Fernanda Alves

Vida e obra de Leonardo Da Vinci

Plano de aula aborda produção de um dos maiores expoentes do Renascimento nas artes

Avatar Autor: Mayra Mattar Moraes

História do estado do Amazonas

Aborde o processo de formação e importância da região com os alunos do 9º ano

Avatar Autor: Júlia Bittencourt

Cálculo de volume de blocos retangulares

Material apresenta estratégias para estudantes compreenderem conceito e pensarem em maneiras de quantificar essa grandeza

Avatar Autor: Aroldo Alves

Receba NossasNovidades