Conteúdos

Cidades: Ocupação e Saneamento

Objetivos

Perceber-se integrante, dependente e agente transformador do ambiente, identificando seus elementos e as interações entre eles;
Identificar elementos da ação humana no meio ambiente e suas consequências, de modo a construir referenciais que possibilitem uma participação propositiva e reativa nas questões socioambientais locais;
Questionar a realidade, formular problemas e propor soluções, articulando pensamento lógico,  criatividade, intuição e análise;

1ª Etapa: Instrodução ao tema

Explore, em uma conversa inicial com seus alunos, o que eles observam em sua cidade, como eles imaginam que ela era há 10, 50, 100 anos atrás. Como era a paisagem – seus rios, seu relevo, os locais onde morava gente ou não morava?

Solicite aos alunos que busquem imagens da cidade em diferentes épocas. Sugira fontes previamente pesquisadas por você e também fotos de familiares e conhecidos, em que elementos da cidade demonstrando a ocupação do solo, as construções, rios e riachos estejam presentes. Peça que tragam para a escola as imagens pesquisadas e, no momento de socialização, inclua as imagens pesquisadas por você.   

Pergunte o que eles observam nessas imagens. O que foi alterado com relação ao uso do solo? Porque foi alterado? Houve alguma consequência dessas alterações para as populações que ali vivem?

Lembre os alunos de que chuvas são fenômenos naturais, que alterações climáticas podem interferir em fenômenos naturais, como o regime das chuvas, mas que ações do homem que alteram a paisagem podem provocar alterações climáticas – selecionando com eles, para exemplificar, algumas imagens da pesquisa proposta no início dessa atividade.

2ª Etapa: Atividades

Apresente aos alunos a leitura da reportagem: Enchente no Rio está entre as mais fatais nos últimos 12 meses no mundo (publicado em 07/04/2010 no site do jornal “O Estado de São Paulo”) e proponha a leitura da matéria

Esclareça os termos mais difíceis e certifique-se de que os alunos compreenderam as informações apresentadas na reportagem.

Inicie um debate com eles a partir das seguintes questões: Por que ocorreram tantas mortes? O que são áreas de risco? O que essa catástrofe tem a ver com a ocupação do solo?

No último parágrafo, a matéria explica que “11% das pessoas expostas a catástrofes naturais vivem em países pobres, mas em países pobres ocorrem mais de 53% de mortes relacionadas a essas catástrofes”. Pergunte aos alunos o que isso que dizer, e por que isso acontece.

Nesse momento, apresente a atividade interativa “Cidade: ocupação e saneamento”. Acompanhe os alunos durante a realização das atividades propostas e aproveite para discutir o que aprenderam a respeito dos seguintes aspectos: ocupação urbana, moradia em locais inadequados, enchentes e possíveis alternativas, coleta de lixo, dentre outros.

3ª Etapa: Atividade de Campo

O próximo passo é organizar um roteiro de estudo do meio, para conhecer, in loco, como é o planejamento do uso do solo em sua cidade.

O roteiro a ser construído deverá incluir a ocupação do espaço: áreas verdes (se são poucas, muitas, se estão espalhadas ou não), existência de rios (utilização, ocupação das margens, saneamento), moradia (urbanização legal e ilegal, áreas de encosta, ações de prevenção relacionadas à drenagem de águas pluviais e coleta de lixo). 

Prepare a visita dos alunos a bairros em que esses elementos possam ser identificados. Em função das características da cidade em que a escola se localiza, selecione um ou mais bairros.

Além de um roteiro de observação, cada grupo de alunos deve fazer um roteiro de entrevista com moradores visando o levantamento de informações a partir do olhar e da experiência dos que ali vivem. É interessante descobrir se os moradores têm consciência dos problemas relacionados à ocupação do solo.

Por fim, antes de sair a campo, os alunos devem socializar as observações e perguntas que elaboraram para receber críticas e sugestões dos próprios colegas. Assim eles podem finalizar o roteiro para sair a campo.

No percurso de ida a campo, vale incluir paradas em pontos estratégicos: locais próximos às margens de um rio ou represa, uma área de risco e uma área de forte concentração urbana.

No retorno da visita de campo, solicite aos alunos organizar os dados e complementar suas observações com informações acerca da cidade e do bairro (população, rede de esgoto, área verde, entre outras variáveis ligadas ao uso do solo). Uma opção de site para se pesquisar é o Portal de Cidades do IBGE.

4ª Etapa: Atividade de Fechamento

Solicite aos alunos que organizem os dados coletados por meio das diferentes fontes (pesquisa, leitura, entrevista, trabalho de campo) e produzam um conjunto de cartazes em que estejam presentes as condições dos locais trabalhados e as ações para enfrentar problemas relacionados a possíveis catástrofes em decorrência da má ocupação do solo.

A avaliação deste deve incluir a análise das percepções inicial e final dos alunos sobre a relação entre fenômenos naturais e a interferência dos seres humanos na ocupação do solo, suas causas e consequências e a verificação de como os alunos realizaram os roteiros de pesquisa de campo, como associaram suas pesquisas às informações pesquisadas e coletadas e como interpretaram esse universo de informações para realizar a apresentação final.

 

Materiais Relacionados

Antes de iniciar esta atividade é importante que se aproprie de algumas informações sobre o tema e também conheça alguns sites que poderá indicar aos alunos no decorrer das atividades. Selecionamos os links abaixo para ajudá-lo.

Reportagem “Enchente no Rio está entre as mais fatais nos últimos 12 meses no mundo”
http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,enchente-no-rio-esta-entre-as-mais-fatais-nos-ultimos-12-meses-no-mundo,534900,0.htm. Prepare previamente cópias dessa matéria para trabalhar com os alunos

Consequências e características das cidades  – http://educacao.uol.com.br/geografia/ult1701u57.jhtm

História e problema da urbanização – http://educacao.uol.com.br/geografia/ult1701u55.jhtm

Portal de Cidades do IBGE, para pesquisa de dados gerais sobre a cidade (população, rede de      esgoto, etc)
http://www.ibge.gov.br/cidades
A cidade não para, a cidade só cresce – http://planetasustentavel.abril.com.br/noticia/cidade/cidade-nao-cidade-so-cresce-enchentes-desabamentos-epidemias-homens-urbanizacao-573476.shtml

Pode ser que seja necessário retomar com os alunos os conceitos de bacia hidrográfica e ciclo da água, para que compreendam a formação das enchentes. Sobre este tema, indicamos os seguintes links:
Agência nacional das águas – http://www2.ana.gov.br/

Vídeo “Ciclo da Água” do CODAU (Centro Operacional de Desenvolvimento e Saneamento de Uberaba)
http://www.youtube.com/watch?v=g26Wk4gpkws

Faça uma pesquisa prévia e selecione imagens antigas e atuais da cidade em que a escola se localiza. O arquivo da cidade e da prefeitura, a biblioteca pública  e os seus respectivos sites podem ser fontes interessantes para este trabalho.  Pesquise também sobre a ocupação dos espaços, a urbanização e seus principais problemas. Levante informações sobre áreas, se risco, de ocupação ilegal.

Idealização NET EDUCAÇÃO | Realização: Instituto Paramitas. © Todos os direitos reservados.

Arquivos anexados

  1. Cidades: Ocupação e Saneamento

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

wpDiscuz

Talvez Você Também Goste

Canudos: Primeira República – os conflitos

Entenda a origem dessa guerra e também sobre o Coronelismo no Nordeste do Brasil

Avatar Autor: Júlia Bittencourt

Realidade indígena no Brasil

Plano de aula aborda parte da história dos povos nativos do país

Avatar Autor: Júlia Bittencourt

Fluxos migratórios: Movimentos populacionais

Entenda quais são os motivos e as questões geográficas envolvidas nas migrações

Avatar Autor: Professora Júlia Bittencourt

Alfabetizando com a biografia do Ziraldo

Saiba como utilizar a história do autor para ensinar a escrever e ler

Avatar Autor: Professora Iracema Mendes Santos Alves

Receba NossasNovidades