Conteúdos

Animação 

Objetivos

Despertar o interesse por inventores e seus processos que trouxeram grandes contribuições à humanidade;
Refletir sobre mudanças políticas, sociais, tecnológicas que enfrentaram resistências e até perseguições por quem não queria mudar nada; 
Pensar sobre a animação e suas várias técnicas, por exemplo, com recortes de papel; 

 

1ª Etapa: Exibição do Filme

O curta metragem de animação Os Três Inventores tem duração de quase 13 minutos e deve ser exibido de uma única vez. O desenho apresenta uma estética incomum, feito com papel branco recortado (retirado de enfeites de toalhas de festa), sendo que apenas o fundo dos cenários é colorido. Isso certamente despertará estranhamento nas crianças e/ou adolescentes, mas o conjunto dos elementos audiovisuais é muito suave, incluindo a música clássica. A história apresenta uma família de inventores que moram em uma casa bastante criativa. Eles não são compreendidos pelas pessoas, que sentem medo de suas invenções, destroem e perseguem os inventores e seus inventos. Os membros mais poderosos (governantes e religiosos) acusam os inventores de abalar a estabilidade social.  O final é triste, porque eles são queimados (alusão à fogueira da inquisição?), mas, no último momento, é lembrado que se trata de um filme.  

2ª Etapa: Debate sobre o filme

A obra Os Três inventores, de Michel Ocelot, é fácil de ser compreendida por alunos de qualquer idade e pode despertar um ótimo debate sobre criatividade, perseguição política, história das invenções, mudanças sociais e seus desdobramentos, novas tecnologias, entre outros temas. É interessante que o debate ocorra logo após a exibição, para depois serem propostas as atividades de pesquisa. 

3ª Etapa: Ciências Humanas e Língua Portuguesa - Invenções

Solicite aos alunos uma pesquisa sobre a história das invenções, sobre pessoas criativas que contribuíram com o desenvolvimento da humanidade e o aprimoramento da cultura, porém nem sempre foram compreendidas na sua época. A relação do desenvolvimento tecnológico com o contexto histórico revela a forma como as pessoas viviam e vivem. 

 

A exigência e profundidade da pesquisa podem variar conforme a faixa etária dos alunos. Por exemplo, é interessante para crianças pequenas pensarem como era o mundo sem eletricidade. Pode ser solicitada a elas uma relação dos aparelhos elétricos existentes em sua casa. Em seguida, uma troca de ideias sobre como seria a vida sem luz elétrica, sem forno de micro-ondas, sem televisão, sem geladeira. As crianças podem entrevistar seus familiares e vizinhos sobre isso. Ou, ainda: como era o transporte antes dos automóveis e dos aviões? E como era a comunicação antes da televisão, da telefonia e dos computadores? Como era possível saber as notícias antes do jornal e do rádio?

 

Para os alunos de Ensino Fundamental II e Médio é possível aprofundar a pesquisa sobre o processo dessas invenções, solicitando a biografia dos inventores e o contexto das descobertas: foram os pioneiros? foram perseguidos? foram financiados? foram valorizados? Algumas sugestões de nomes relevantes que mudaram a história com suas pesquisas e invenções: Graham Bell, Leonardo Da Vinci, Galileu Galilei, Thomas Edison, Alexander Fleming, Gutemberg, Santos Dumont, Albert Einstein, Vital Brasil, Pasteur, Stephen Hawking, Charles Darwin.

 

4ª Etapa: Ciências Humanas – Lutas, resistências e mudanças

Para os alunos dos últimos anos do Ensino Fundamental II e Médio, pode-se entrar em um debate mais abstrato, por exemplo, discutindo a criatividade, as condições ideais de pesquisa (os três inventores dedicavam muito tempo para chegarem aos seus inventos), as condições financeiras e tecnológicas para desenvolvimento das pesquisas.  

 

Em Filosofia, Sociologia e História vale o debate sobre a diversidade, isto é, como se sentem as pessoas que não pensam ou são como a maioria, tanto nos aspectos étnicos, como no que se refere à sexualidade, escolhas políticas e estéticas. Muitas mudanças sociais relevantes (abolição dos escravos, emancipação política e profissional das mulheres, paradas gay) começaram com poucas pessoas nadando contra a maré e muito tempo depois foram legitimadas pela sociedade. 

 

5ª Etapa: Língua Portuguesa: produção de textos

Após as reflexões da etapa anterior, pode ser solicitada produção de texto dissertativo-argumentativo sobre o filme. 

 

Para crianças de Ensino Fundamental II, pode ser trabalhada a obra literária de Monteiro Lobato, particularmente o livro História das Invenções, publicado em 1935. É interessante refletir sobre as invenções apontadas à época, em comparação com as atuais. 

 

6ª Etapa: Arte: trabalhar com papéis recortados

O filme mostra uma animação feita apenas com papel branco (diferente dos outros filmes de Michel Ocelot que usa e abusa das cores fortes). O (a) professor (a) de Arte pode propor atividades com papel, inclusive animação em stop motion (verifique material de apoio). 

Outros filmes de Michel Ocelot, um dos maiores animadores do mundo, podem ser assistidos pelos alunos.

 

Materiais Relacionados

1. Assista ao curta de 13 minutos Os Três Inventores (les trois inventeurs), de Michel Ocelot. por meio do link: 
Atenção: o filme tem poucas falas em francês, mas há um ícone no canto inferior direito que permite acionar legendas em espanhol. Como um todo, o filme pode perfeitamente ser compreendido sem auxílio das legendas.
2. Você pode saber mais sobre o cineasta de animação Michel Ocelot no Portal NET Educação. 
3. Sobre a história da animação consulte http://animablog.wordpress.com/historia/
E também  o artigo História da Animação no Portal NET Educação.
4. Sobre animação feita em papel recortado é possível ver outras (interessantes aos educadores e educandos), nos links:
5. Monteiro Lobato, em sua obra dirigida às crianças, escreveu um livro “História das Invenções”. O livro é de 1935 e pode ser acessado no link: 
 

 

Arquivos anexados

  1. Cinema e Educação: Os Três Inventores

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

wpDiscuz

Talvez Você Também Goste

Abolição da escravatura no Brasil

Material possibilita estudar o assunto como resultado de processo envolvendo diversos agentes e fatores

Avatar Autor: Suzane Jardim

Question Tags

Aprenda dicas, casos especiais e exceções para utilizar esses complementos da língua inglesa

Avatar Autor: Leonardo Moreno Domingues

Pluralidade cultural e beleza

Material permite estudar padrões de estética de diferentes tempos, regiões e sociedades

Avatar Autor: Suzane Jardim

A matemática na localização de terremotos

Compreenda o uso do sismógrafo para encontrar o epicentro de abalos sísmicos

Avatar Autor: Amanda Oliveira Calazans

Receba NossasNovidades