Conteúdos

Folclore;
Gêneros textuais.

Objetivos

Conhecer e perceber a diversidade cultural o folclore brasileiro;

 
Desenvolver o respeito pelas diferenças culturais;
 
Reconhecer manifestações folclóricas em diversas áreas da cultura: artesanato, literatura, música, dança, brinquedos etc.; 
 
Conhecer o folclore por meio de lendas, parlendas, trava-línguas, músicas, personagens folclóricos etc.; 
 
Perceber a influência africana, europeia e indígena no folclore brasileiro;
 
Identificar os elementos folclóricos característicos de cada região brasileira;
 
Conhecer e saber utilizar os diferentes elementos que compõem a narrativa: cenário, personagens, tempo etc. 
 

1ª Etapa: Conhecimentos prévios

Antes de começar o trabalho com o folclore, é interessante saber que tipo de conhecimentos os alunos já possuem. Para tal, pode-se realizar uma roda de bate-papo, desenho, pintura, escrita etc. Uma atividade bem interessante é pedir que os alunos peguem uma folha ofício e a pintem completamente de guache com uma única cor. Em seguida, com o cabo do pincel, pedir que façam um desenho. Explique que devem desenhar o que acham que é folclore, que não há certo ou errado. Quando terminarem, podem socializar com a turma seu desenho. Depois que todos falarem, coloque a paródia “O que é folclore?”. Se possível, imprima a letra da música para que a tenham no caderno e possam cantá-la, vídeo e letra estão disponíveis no link 1, aba Para organizar seu trabalho e saber mais. Compare a música com os desenhos realizados. Muitos alunos associam folclore às lendas. Faça com que percebam que existem vários elementos folclóricos, como a culinária, as superstições, os ditados populares etc. Termine a aula fazendo uma lista coletiva de todos os ramos do folclore. Como tarefa de casa, peça que tragam imagens que digam o que o folclore representa.

2ª Etapa: História e Geografia: Ampliando os conhecimentos

Previamente, prepare um mapa regional do Brasil. Tenha também algumas imagens sobre folclore. Prepare uma apresentação de slides com os elementos folclóricos característicos de cada região. Aproveite e mostre também alguns lugares. Muitos alunos mal conhecem a própria cidade e falar das regiões brasileiras sem mostrá-las pode ser bem complicado. Aproveite o momento para falar de como certos elementos folclóricos entraram em nosso país. Fale da influência indígena, africana e europeia em nosso folclore. Após a apresentação de slides, peça que os alunos coloquem as imagens trazidas na região que acharem mais adequada. Disponibilize as suas imagens também. 

 

Como tarefa de casa, divida os alunos em 5 grupos e proponha que pesquisem sobre os elementos característicos do folclore daquela região: danças e festas, ditados populares, superstições e crendices, mitos e lendas, culinária, parlendas, trava-línguas etc. e que, ao socializarem suas pesquisas, digam aos colegas o tipo de influência tiveram (negra, indígena ou europeia). Peça que montem uma apresentação de slides ou vídeo (movie maker, por exemplo) para a apresentação dos trabalhos e que levem objetos / pessoas que representem a região estudada. Por exemplo, o grupo que ficar com a região Nordeste pode levar um berimbau representando a capoeira, pode fazer um cuscuz para servir aos colegas, pode levar um aluno para dançar frevo ou alguém vestido de baiana etc. 

 

3ª Etapa: Apresentação dos trabalhos

Utilize uma ou duas aulas para as apresentações. Faça interferências sempre que precisar.

4ª Etapa: Produzindo textos

Nesta etapa, trabalhe com as lendas, mas também, com os outros elementos do folclore. Os alunos deverão escolher algumas lendas, certifique-se que todos conheçam muito bem as lendas escolhidas. Para tal, pode-se utilizar livros de história, textos de diferentes gêneros que contem a lenda escolhida, vídeos etc. Depois que os alunos tiverem total conhecimento dos principais elementos da história, apresente a proposta de trabalho: Misturar a lenda escolhida com outros elementos do folclore. Esta é a hora de deixar a imaginação correr solta. Mas, para nortear a produção dos alunos, peça que preencham os seguintes elementos:

 

1) Cenário: Onde está acontecendo à história? 

 

2) Personagens: além do personagem principal (lenda escolhida), quem mais faz parte da narrativa? Quem participa da história? Aproveite para definir se o narrador participa ou não da história.

 

3) Tempo: A história acontece em que época? É uma história atual ou do passado?

 

4) Elemento folclórico escolhido: aqui os alunos devem escolher o que vai ter na história deles. Por exemplo: vão utilizar provérbios populares ao recontar a lenda do Saci ou falarão da culinária ao recontar a lenda do Lobisomem.

 

 

A produção dos textos pode ser feita em duplas. Esta etapa pode durar algumas aulas, dependendo do nível de escrita dos alunos. Se algumas duplas terminarem a produção, peça que ajudem aqueles que possuem mais dificuldade na escrita. Após os textos terem sidos produzidos, faça um momento bem agradável para a leitura dos textos (como se fosse um “café literário”): combine uma aula, peça que cada aluno leve uma comida típica do folclore, prepare uma decoração bem colorida, chame outros professores etc. Faça um momento de festa.

5ª Etapa: Produção de história em quadrinhos

Nesta etapa os alunos irão para o laboratório de informática. Com a história produzida em mãos, deverão transformá-la em História em Quadrinhos. O Toondoo é um excelente site para isto, permite a criação de cenário e personagens, além da importação de imagens da internet. Também é interessante, pois os alunos podem iniciar o trabalho na escola e continuar em casa. Além disso, permite a criação de livros de história que podem ser impressos.

 

Termine com a exposição das Histórias em Quadrinhos.

 

Materiais Relacionados

1. A paródia da música “Asa branca” / “O que é folclore?” vídeo e letra.

 
2. Produção de Histórias em Quadrinhos pode ser feita no site www.toondoo.com . Tutorial disponível no link.
 
3. Lista de lendas por região. Disponível no link.

Arquivos anexados

  1. Cultura popular: Porque folclore é coisa séria!

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

wpDiscuz

Talvez Você Também Goste

A luta dos povos indígenas pelo direito à terra

Representatividade política versus a expansão do agronegócio

Avatar Autor: Ana Lúcia de Araújo Guerrero

Receba NossasNovidades