Laila  Garroni

O Instituto Claro participou, pela segunda vez, de parte da vasta agenda de eventos da Assembleia Geral da ONU, por conta da parceria com o Unicef. No evento, ocorrido na última semana de setembro em Nova York (EUA), foram discutidas temáticas relacionadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que buscam gerar ações mundiais nas para atingir, até 2030, as 17 metas globais que contemplam assuntos como a qualidade na educação, o combate à fome e à pobreza e a redução de desigualdades. 

Representando o Instituto Claro, a vice-presidente de projetos, Daniely Gomiero, iniciou sua participação com um café da manhã com o diretor do Unicef Gary Stahl. No encontro, eles conversaram sobre a iniciativa que busca a resolução da distorção idade-série – que é quando o aluno deixa de estudar e apresenta um atraso escolar de mais de 2 anos. O objetivo é diminuir ao máximo o percentual de crianças fora da sala de aula. “Eu e o Gary conversamos sobre como esse programa, que tem patrocínio do Instituto Claro, tem tido bons resultados e um efeito importante nos municípios que aderiram à iniciativa”, comenta Gomiero. 

Já no encontro “Iniciativa para Saúde Pública de Precisão”, promovido pela Fundação Rockefeller, foi discutido como a instituição, em trabalho conjunto com o Unicef, pretende alavancar dados e ferramentas de análise para agilizar o progresso da saúde pública mundial. A primeira ação tem como objetivo a redução no índice de mortes de mães e crianças em países de baixa e média renda. 

Um dos casos de sucesso apresentados vem de Bangladesh. Com o uso de mapeamento local e manchas de dados fornecidas por companhias telefônicas, profissionais da área planejaram estrategicamente a disposição de unidades de saúde em lugares mais acessíveis à comunidade. A ação conseguiu contemplar habitantes que muitas vezes passavam despercebidos pelas estatísticas oficiais do país. Uma iniciativa similar foi desenvolvida pelo próprio Instituto Claro. “A Claro e o Instituto Claro, junto com o Unicef, foram pioneiros no Brasil em fazer esse mesmo trabalho, no combate ao zika vírus, há cerca de dois anos”, lembra Daniely.

Sobre direitos e inclusão de pessoas com deficiência, o Instituto Claro participou de uma mesa que reuniu representantes das mais diferentes organizações para falar sobre o desenvolvimento de estratégias mais eficientes. O objetivo não é somente transformar as vidas das pessoas que têm alguma deficiência, mas, também, engajar a população na causa. “Às vezes, a gente tem boas ideias, desenvolve bons conceitos e estratégias. Mas o desafio é como a gente coloca isso em ação”, comenta Gomiero sobre uma das falas mais importantes da noite, da diretora executiva do Unicef, Henrietta Fore. Ela mencionou como essas estratégias devem ser sempre pensadas levando em consideração a praticidade de suas implementações.

Daniely avaliou positivamente a participação do Instituto no evento. “O Instituto Claro quer conectar as pessoas para um futuro melhor. E me deixa muito feliz vir para Assembleia da ONU e ver que as principais discussões passaram pela utilização de dados, da tecnologia e da inovação para gerar impacto social”.

Foto da vice-presidente de projetos do Instituto Claro, Daniely Gomiero durante a Assembleia Geral da ONU em Nova Iorque.
Daniely Gomiero na Assembleia Geral da ONU, em Nova Iorque (EUA)

 
Confira a entrevista que a jornalista Laila Garroni fez com a vice-presidente de projetos do Instituto Claro:

Instituto Claro na Assembleia Geral da ONU – Dia 1
Instituto Claro na Assembleia Geral da ONU – Dia 2
Instituto Claro na Assembleia Geral da ONU – Dia 3

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz

Talvez Você Também Goste

Notícias

Programa Campus Mobile inicia 8ª edição com palestras online sobre tecnologia e inovação

As transmissões acontecem ao vivo, no YouTube, a partir das 15h, todas abertas ao público

há 2 semanas
Notícias

Conheça os projetos selecionados para a 8ª edição do programa Campus Mobile

Próxima etapa terá palestras online e semana para desenvolvimento de projetos em São Paulo (SP)

há 1 mês
Notícias

Relatório traz panorama sobre práticas inovadoras em escolas do Brasil

Dados são da Avaliação das Práticas Educacionais Inovadoras, ferramenta utilizada no programa Educonex@o

há 1 mês
Notícias

Projeto Pé-de-Pincha agora está presente em mais seis comunidades na Amazônia

Iniciativa tem o objetivo de proteger os tracajás de predadores e comerciantes da região

há 2 meses

Receba NossasNovidades