O Instituto NET Claro Embratel firmou uma parceria estratégica com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) durante o Seminário Promoção de Trajetórias de Sucesso Escolar. O objetivo é combater um dos graves problemas da Educação no Brasil: a distorção idade-série.

A ideia é contribuir com o ensino, estimular a produção de tecnologias educacionais e o desenvolvimento de currículos escolares específicos para adolescentes em situação vulnerável nas escolas do país.

No evento, houve o lançamento do estudo “Panorama da distorção idade-série no Brasil”, que apresenta um diagnóstico do atraso escolar por etapa de ensino na educação básica. A pesquisa é dividida por cor, raça, gênero e por regiões brasileiras, e também inclui análises sobre a situação de crianças e adolescentes com deficiência.

No evento de lançamento da plataforma, ocorrido em 17/8, em Recife (PE), o chefe da área de Educação do Unicef, Ítalo Dutra, lembrou que, no Brasil, existem 35 milhões de jovens matriculados no ensino fundamental e no ensino médio. Desse total, cerca de 7 milhões frequentam as aulas, mas estão com defasagem no desempenho escolar. O estudante é considerado em situação de distorção idade-série quando a diferença entre sua idade e a idade prevista para cursar determinada série é de dois anos ou mais. “São muitos fatores que levam as crianças a não terem sucesso no ambiente escolar. Precisamos pensar em políticas que tragam estas crianças de volta para as escolas e que tenham sucesso”, comentou.

Da esquerda para a direita: Patrícia Sanches, Maria Teresa Lima, Italo Dutra, Daniely Gomiero, Julia Ribeiro e Camila Carvalho no Seminário Promoção de Trajetórias de Sucesso Escolar (créditos: divulgação).

 

Com o instrumento e outras ações, o Unicef pretende auxiliar municípios a reverter os índices dessa distorção nas escolas da rede pública, a maior parte localizada nas regiões Norte e Nordeste e entre crianças negras e indígenas.

A intenção é construir uma rede que combata o problema nas escolas por meio de um veículo digital que disponibiliza dados da escolaridade nos ensinos médio e fundamental. Além do monitoramento, a ferramenta pretende identificar boas práticas de ensino e criar novas parcerias com a sociedade civil para beneficiar estudantes e professores.

Formalização da parceria

A assinatura da parceria aconteceu na quinta-feira (6/9) e contou com representantes do Instituto NET Claro Embratel, da Claro Brasil – que sediou o encontro – e do Unicef. Na ocasião, o grupo discutiu sobre pontos importantes para a qualidade da educação.

Foto de sete pessoas, sendo três homens e sete mulheres, lado a lado e sorrindo, em uma sala de escritório. Ao fundo, há uma tela com o logo do Instituto NET Claro Embratel.
Da esquerda para a direita: Patrícia Sanches, coordenadora de Responsabilidade Social do Instituto; Rodrigo André, diretor de RH da Claro Brasil; José Felix, presidente da Claro Brasil; Oscar Petersen, diretor executivo da Claro Brasil (ao fundo); Florence Bauer, da Unicef Brasil; Daniely Gomiero, vice-presidente de projetos do Instituto; e Camila Carvalho, área de parcerias do Unicef Brasil (Créditos: divulgação).

 

Para saber mais sobre a plataforma e o projeto, acesse o site Trajetórias do Sucesso Escolar.

Atualizada em 10/09/18, às 19:34.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz

Talvez Você Também Goste

Notícias

Inscrições para o Campus Mobile são prorrogadas até 25 de novembro

Candidatos podem escolher entre quatro categorias para inscrever seus projetos

há 4 horas
Notícias

Teleton 2018: Instituto NET Claro Embratel entrega doação e reforça parceria

Contribuição irá beneficiar a AACD, referência no tratamento de crianças com deficiência física

há 1 semana
Notícias

Programa Bem-Estar Social realiza atividades sobre o Novembro Azul

Objetivo é alertar colaboradores sobre a importância de prevenir o câncer de próstata

há 3 semanas
Notícias

Campus Mobile abre inscrições para a 7ª edição e traz novas categorias

Programa incentiva jovens estudantes a criarem soluções para a sociedade por meio da tecnologia móvel

há 1 mês

Receba NossasNovidades