Um novo ciclo do projeto Educonex@o começou. O lançamento acontece nesta sexta-feira (19/7), em Maceió (AL) e, ao longo de 2019, a expectativa é que outros sete municípios recebam o programa. Estiveram presente, o prefeito do município, Rui Palmeira, secretária-adjunta de Educação, Maridalva Campos, a diretora do Instituto Crescer, Luciana Allan, a consultora do Pnud, Rita Hipólito, o gerente de projetos do Instituto NET Claro Embratel, Flávio Rodrigues.

O gerente de projetos do Instituto NET Claro Embratel, Flávio Rodrigues, assina o contrato do projeto Educonex@o em Maceió.

 

Em novo formato, a formação será focada nos coordenadores pedagógicos e coordenadores municipais das Secretarias Municipais de Educação, e terá fases de formação dedicadas aos professores da rede. O objetivo desse novo formato é fortalecer e fomentar o processo de desenvolvimento das equipes escolares.

As formações terão a duração de seis meses e serão baseadas nos resultados obtidos no formulário de Avaliação das Práticas Educacionais Inovadoras – 50 indicadores de inovação (APEI-50), recurso que analisa aspectos relacionados à educação na atuação de professores e coordenadores. Outra novidade do novo Educonex@o é que a maior parte das formações será à distância.

O projeto é uma iniciativa do Instituto NET Claro Embratel, que conta com a parceria técnica do Instituto Crescer. Para a diretora executiva da instituição parceira, Luciana Allan, a formação irá auxiliar os estudantes. “O formato irá beneficiar diretamente os alunos, porque é uma intervenção direta na prática pedagógica, ou seja, vai modificar a forma como o professor ensina”, comenta.

A proposta é valorizar a função do coordenador pedagógico como responsável que contribui com o processo de desenvolvimento profissional da sua equipe e que acompanha as práticas em sala de aula; estimular uma rotina de planejamento e avaliação constante por meio dos coordenadores e sensibilizar professores sobre a importância de um currículo com foco no desenvolvimento das competências cognitivas, digitais e socioemocionais.

Da esq. para a dir.: Prefeito de Maceió, Rui Palmeira, secretária-adjunta de Educação, Maridalva Campos, gerente de projetos do Instituto NET Claro Embratel, Flávio Rodrigues e o gerente de operações da Claro Brasil, Fabrício Araújo.

 

Para isso, serão utilizados recursos como palestras, videoaulas, consultorias pedagógicas, mentorias online e materiais disponíveis na editoria de educação do portal do Instituto NET Claro Embratel. Após a conclusão, coordenadores e professores receberão um certificado.

Além das formações, o programa continuará levando TV por assinatura e internet banda larga para escolas municipais localizadas em região cabeada pela NET.

Para saber mais, acesse a página do Educonex@o.

Da esq. para a dir.: diretora do Instituto Crescer, Luciana Allan, secretária-adjunta de Educação, Maridalva Campos, prefeito de Maceió Rui Palmeira, gerente de projetos do Instituto NET Claro Embratel, Flávio Rodrigues, consultora do Pnud, Rita Hipólito e o gerente de operações da Claro Brasil, em Maceió, Fabrício Araújo.

 

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz

Talvez Você Também Goste

Notícias

Aplicativo criado por universitários pretende facilitar a gestão de fazendas produtoras de leite

Iniciativa foi vencedora da categoria Smart Farms na 7ª edição do programa Campus Mobile

há 3 semanas
Notícias

Ações na Claro Brasil incentivam práticas sustentáveis e promovem aprendizados

Em mês do meio ambiente, ocorreram webinários e 24 ações locais espalhadas pelo país

há 1 mês
Notícias

Claro Brasil convida colaboradores para participarem da Campanha do Agasalho 2019

Ação arrecada itens de frio, como blusas e cobertores, para pessoas em situação de vulnerabilidade

há 2 meses
Notícias

Participantes da 7ª edição do Campus Mobile criam app para combater assédio contra mulheres

Projeto foi o vencedor da competição na categoria Diversidade

há 2 meses

Receba NossasNovidades