Leonardo Valle

Disponível gratuitamente para download, o aplicativo “Eu me importo” oferece 1.200 endereços de organizações que prestam assistência a dependentes químicos no estado de São Paulo. A ferramenta apresenta as instituições mais próximas do usuário utilizando o CEP, endereço ou localização do usuário. Além disso, o anonimato é garantido.

“A ideia surgiu a partir de palestras que comecei a fazer após o lançamento do meu livro “A doença do Alcoolismo”, especialmente em escolas. Não raro, após a apresentação, muitas pessoas, que, até então, sequer tinham o entendimento do alcoolismo como doença, procuravam-me relatando problemas com familiares, amigos ou delas próprias”, relata Paulo Leme Filho. “Como entendo ser essencial a ida a grupos de apoio, minha orientação era procurá-los. Mas era difícil identificar um grupo de fácil acesso, pesquisar na internet, encontrar algum telefone etc.”, destaca.

Segundo o idealizador, a tecnologia facilita a identificação dos grupos, muitas vezes realizados em espaços de difícil visualização e com pouca divulgação. “Geralmente, são locais cedidos por igrejas ou outras entidades de cunho social. Mas é impressionante descobrir como, no nosso entorno, existe uma rede gratuita de apoio”, complementa. “Eu me importo” está disponível apenas para usuários de smartphones com sistema Android ou por meio do site.

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

wpDiscuz

Talvez Você Também Goste

Notícias

Publicação auxilia empresas a aplicarem Objetivos do Desenvolvimento Sustentável em seu dia a dia

Manual lançado pela ONU traz dicas para que setor privado atue de forma mais consciente

há 6 horas
Notícias

Conheça 4 sites e aplicativos que facilitam a troca de usados

Escambo freia gastos de recursos naturais e emissão de CO2 para a produção de artigos

há 1 dia
Notícias

Nordeste é a região com mais pontos de exploração sexual de crianças e adolescentes em rodovias

Mapeamento da polícia federal com ONG apontou aumento em 20% de locais críticos

há 4 dias
Notícias

Pais se mobilizam para ajudar outras famílias a aceitarem filhos LGBTIs

Grupos de apoio oferecem espaço para entender sentimentos e desconstruir estereótipos

há 1 semana

Receba NossasNovidades