Leonardo Valle

O aplicativo “Detona Aedes” funcionava desde 2017 e tinha como foco ajudar os moradores do Amapá no combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como dengue, zika e chikungunya. A iniciativa voltou agora repaginada sob o nome de “Caça ao Mosquito” e está disponível na Google Play (Android) e App Store (iOS).

Uma das novidades da nova ferramenta é um game que sugere a realização de tarefas simples para combater o inseto nos municípios e informa dados importantes sobre o assunto, como os principais sintomas das doenças provocadas pelo transmissor.

A plataforma também funciona como ferramenta virtual para denúncias da população e recomenda formas de prevenir a proliferação do mosquito. É possível indicar locais onde há possíveis pontos de focos do Aedes aegypti por foto e pelo sistema de geolocalização do celular, que detecta o endereço exato. Outra possibilidade é o usuário escrever o local que apresenta risco para a população manualmente. Por fim, as denúncias são catalogadas pela Secretaria de Vigilância em Saúde e enviadas para a Secretaria de Estado da Saúde do Amapá (Sesa).

Veja mais:
Confira 4 aplicativos colaborativos para melhorar a sua cidade

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

wpDiscuz

Talvez Você Também Goste

Notícias

Documentário feito por indígena resgata trajetória do povo Nawa, que chegou a ser considerado extinto

Produção aborda da exploração dos tempos dos seringais até atual vida em contexto urbano

há 1 dia
Notícias

Documentário mostra história de trabalhadores resgatados de condições análogas à escravidão

“Precisão” é uma produção da Organização Internacional do Trabalho e do Ministério Público do Trabalho

há 2 dias
Notícias

Advogados negros se unem para combater racismo no judiciário

Banco de currículos, grupos de indicação de trabalho, formação e apoio a estagiários são iniciativas

há 4 dias
Notícias

Dossiê digital reúne informações de especialistas sobre violência sexual

Mulheres, negras e meninas até 13 anos são as principais vítimas do crime

há 1 semana

Receba NossasNovidades