A literatura é importante para a construção de identidades e visões de mundo dos estudantes. No caso da cultura negra, apresentar as influências do continente africano na matriz cultural brasileira reforça, de maneira positiva, a diversidade presente no país.

A seguir, listamos sete livros que resgatam as raízes históricas, culturais e os saberes afro-brasileiros. São obras que apresentam aos jovens as trajetórias de personagens que se tornaram símbolos da luta pela igualdade racial ou que trazem histórias e narrativas dos povos do continente.

 

Mandela – o africano de todas as cores

Allain Serres e Zaü (ilustração),  Zahar, 2013
Nelson Mandela liderou a resistência contra décadas de apartheid na África do Sul, sistema que segregava a população. Após 27 anos na prisão, foi eleito o primeiro presidente negro de seu país e se tornou um dos símbolos da paz mundial. O livro apresenta a história e luta a favor da união dos povos de todas as cores.

 

O que há de África em nós

Wlamyra Albuquerque, Walter Fraga e Pablo Mayer (ilustração), Editora Moderna, 2013
A partir da pergunta “desde quando o mundo é mundo?”, os personagens cruzam o oceano Atlântico para contar sobre a história da presença africana no Brasil. As invenções dos primeiros grupos humanos do continente; a colonização portuguesa; a escravidão; as relações entre o Brasil e as nações da África; e as criações culturais de africanos e seus descendentes em nosso país são revelados.

 

Omo-Oba – Histórias de princesas

Kiusam de Oliveira e Josias Marinho (ilustrações), Mazza Edições, 2009
O livro apresenta mitos africanos das comunidades de tradição ketu que tratam sobre os modos de ser em relação ao feminino. A obra é dividida em seis mitos: Oiá, Oxum, Iemanjá, Olocum, Ajê Xalugá e Oduduá.

 

Abecê da liberdade: a história de Luiz Gama, o menino que quebrou correntes com palavras

José Roberto Torero, Marcus Aurelius Pimenta e Edu Oliveira (ilustrações), Alfaguara, 2015
O livro conta a história do famoso escritor, advogado e abolicionista Luiz Gama, responsável pela libertação de centenas de escravos. Sua história começa após sua mãe Luiza Mahin, uma negra africana que chegou ao Brasil como escravizada, conseguir sua própria liberdade e passar a defender a emancipação de outros. Isso fez com que ela precisasse fugir. O pai do menino, contudo, vende o garoto que precisa lutar para reescrever sua história.

 

Martin Luther King e Rosa Parks, unidos pela igualdade

Raphaële Frier e Zaü (ilustrações), Zahar, 2014
Martin Luther King e Rosa Parks se encontraram em 1955, no boicote aos ônibus em Montgomery, nos Estados Unidos − uma revolta pacífica que durou mais de um ano e representou uma vitória simbólica na luta pelos direitos civis da população negra. Acompanha o livro a seção “Para compreender melhor”, na qual o leitor encontrará material de pesquisa que inclui filmes e bibliografia para se aprofundar no tema.

 

Pequenos contos negros

Blaise Cendrars e Lygia Rocco (ilustrações), SM, 2014
Publicado na Europa no fim dos anos 1920, a obra apresenta histórias fantásticas recriadas pelo poeta Blaise Cendrars a partir de fontes etnográficas de missionários e colonos africanos.

 

Heroínas negras brasileiras em 15 cordéis

Jarid Arraes e Gabriela Pires (ilustrações), Pólen Livros, 2017
A partir da literatura de cordel são apresentadas as histórias de 15 brasileiras negras: Antonieta de Barros, Aqualtune, Carolina Maria de Jesus, Dandara dos Palmares, Esperança Garcia, Eva Maria do Bonsucesso, Laudelina de Campos, Luísa Mahin, Maria Felipa, Maria Firmina dos Reis, Mariana Crioula, Na Agontimé, Tereza de Benguela, Tia Ciata e Zacimba Gaba.

Veja mais:
HQ sobre escravidão premiada internacionalmente pode ser utilizada em sala de aula
”Não estudar heroínas negras é negar parte importante da nossa história”

Crédito da imagem: Wavebreakmedia – iStock

Deixe um comentário

1 Comentário em "7 livros infantojuvenis para valorizar a cultura negra com os alunos"

Ordenar por:   mais novo | mais antigo | mais votado
Edson Amaro De Souza
Membro
Edson Amaro De Souza

Recomendo o livro “Um passeio pela África”, de Alberto da Costa e Silva, que já foi nosso embaixador na Nigéria.

wpDiscuz

Talvez Você Também Goste

Notícias

Série disponível online narra história da Revolta dos Malês

Em 1835, africanos de religião islâmica e escravizados na Bahia se rebelaram contra opressão

há 3 dias
Notícias

Relatório aponta problemas na gestão do MEC em 2019

Comissão externa da Câmara dos Deputados destaca pouco investimento e falta de ações claras

há 4 dias
Notícias

Em vídeo, pesquisadora responde principais dúvidas sobre gamificação como estratégia pedagógica

“É como se o professor imitasse elementos dos jogos para tornar a aula engajadora”, explica

há 1 semana
Notícias

Pisa 2018 revela diferenças de gênero na aprendizagem brasileira

Meninas superam os meninos na leitura, mas possuem resultado inferior em matemática

há 2 semanas

Receba NossasNovidades